Telefones : (17) 3237 - 2955 | (17) 99772 - 0811

CORAÇÃO MATERNO (1998)

CORAÇÃO MATERNO (1998)

Sinopse

Disse um campônio a sua amada
Minha idolatrada
Diga o que quer
Por ti vou matar
Vou roubar
Embora tristezas me causes, mulher
Provar quero que te quero
Venero teus olhos, teu porte, teu ser
Mas diga, tua ordem espero
Por ti não importa matar ou morrer!

E ela disse ao campônio a brincar
Se é verdade tua louca paixão
Parte já e pra mim vai buscar
De tua mãe inteiro o coração
E a correr o campônio partiu
Como um raio na estrada sumiu
E sua amada qual louca ficou
A chorar na estrada tombou

Chega à choupana o campônio
Encontra a mãezinha ajoelhada a rezar
Rasga-lhe o peito o demônio
Tombando a velhinha aos pés do altar
Tira do peito sangrando
Da velha mãezinha o pobre coração
E volta a correr proclamando
“Vitória! Vitória! Tem minha paixão!”

Mas em meio da estrada caiu
E na queda uma perna partiu
E à distância saltou-lhe da mão
Sobre a terra o pobre coração
Nesse instante uma voz ecoou
“Magoou-se pobre filho meu?
Vem buscar-me, filho, aqui estou
Vem buscar-me, que ainda sou teu!”

Ficha Técnica

Texto:Gilda de Abreu (baseado na música homônima de Vicente Celestino)
Direção: Jorge Vermelho

Elenco:
Beta Cunha
Denise Tremura
Eduardo Catanozi
Gisele Dumont
Jorge Vermelho
Luciana Montovani
Marina Rico
Roberto Britto

Roteiro de Adaptação: Jorge Vermelho
Músicas: Vicente Celestino, Cascatinha & Inhana, Índio
Sonoplastia: Jorge Vermelho
Direção Musical: Leila Cabral
Ambientação: Jorge Vermelho
Cenografia/Figurinos/Adereços: Luis Rossi
Iluminação: Jorge Vermelho
Operador de Iluminação: Luciano Alves
Maquiagem: O grupo
Programação Gráfica: Amândio Jr.
Fotos: Jorge Etecheber
Monitoria Corporal: Eduardo Catanozi e Roberto Britto
Monitoria Vocal e Canto: Gisele Dumont e Jorge Vermelho
Supervisão Vocal: Sara Lopes
Técnicas de Interpretação Melodramática: Sérgio Módena
Técnicas de Percussão: César Meneguete
Produção Executiva: Jorge Vermelho
Assessoria Conceitual: Neyde Veneziano

20 de março de 2015